Like this post
postado em: 22/ setembro/ 2014
1 567 notas
A morte estava em toda parte.
Charles Bukowski. (via retaliador)

Like this post
postado em: 22/ setembro/ 2014
1 853 notas
Há livros escritos para evitar espaços vazios na estante.
Carlos Drummond de Andrade   (via retaliador)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
14 543 notas
Não gosto de coisas forçadas, pessoas forçadas, sentimentos forçados… Se não for de livre e espontânea vontade não vale a pena, não tem gosto e nem prazer.
Jô Costa.    (via isolavel)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
6 273 notas
Que prazer mais egoísta o de cuidar de um outro ser mesmo se dando mais do que se tem pra receber.
Cazuza. (via retaliador)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
1 473 notas
Depois de hoje
a vida não vai mais ser a mesma
a menos que eu insista em me enganar
aliás
depois de ontem
também foi assim
anteontem
antes
amanhã.
Paulo Leminski.    (via nevarias)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
5 948 notas
Desde pequenos aprendemos a nos despedir. Nascemos de um parto.
Eu me chamo Antônio.   (via nevarias)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
10 579 notas
É mais fácil ficar sozinho. Porque, e se você descobrir que precisa de amor, e depois não o tiver? E se você gostar e depender dele? E se você modelar sua vida toda em volta dele, para então ele acabar? Você consegue sobreviver a tamanha dor? Perder amor é como perder um órgão. É como morrer. A única diferença é que a morte acaba. Isto, pode durar para sempre.
Grey’s Anatomy.  (via nevarias)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
36 066 notas
Todo mundo precisa de alguns reparos.
Frozen   (via retaliador)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
534 notas
Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio. Que a morte de tudo em que acredito não me tape os ouvidos e a boca, porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é silêncio. Que a música que ouço ao longe seja linda ainda que tristeza. Que a mulher que amo seja pra sempre amada, mesmo que distante, porque metade de mim é partida, mas a outra metade é saudade. Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor, apenas respeitadas como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos, porque metade de mim é o que ouço, mas a outra metade é o que calo. Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço e que essa tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada, porque metade de mim é o que penso, mas a outra metade é um vulcão. Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável. Que o espelho reflita em meu rosto num doce sorriso que eu me lembro ter dado na infância, porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade não sei. Que não seja preciso mais do que uma simples alegria pra me fazer aquietar o espírito, e que o teu silêncio me fale cada vez mais, porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço. Que a arte nos aponte uma resposta, mesmo que ela não saiba, e que ninguém a tente complicar, porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer, porque metade de mim é platéia e a outra metade é canção. E que a minha loucura seja perdoada, porque metade de mim é amor, e a outra metade também.
Oswaldo Montenegro.
(via filosofiadethereza)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
15 225 notas
Quero ter alguém com quem conversar. Alguém que depois não use o que eu disse contra mim.
Renato Russo.  (via filosofiadethereza)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
55 729 notas

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
1 268 notas
Um dia me perguntaram se eu já havia me apaixonado por alguém e eu disse “Não sei”, então a pessoa me veio com “Se você não sabe é porque nunca aconteceu”. E eu quis saber como ele tinha tanta certeza e fui convencida com um “Porque machuca, mesmo quando tudo está bem”.
Gabito Nunes em “Juliete Nunca Mais”  (via regou)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
10 900 notas
Muito prazer, meu nome é otário. Vindo de outros tempos mas sempre no horário, peixe fora d’água, borboletas no aquário. Muito prazer, meu nome é otário, na ponta dos cascos e fora do páreo, puro sangue puxando carroça. Um prazer cada vez mais raro, aerodinâmica num tanque de guerra, vaidades que a terra um dia há de comer. Ás de espadas fora do baralho, grandes negócios, pequeno empresário. Muito prazer, me chamam de otário… Por amor às causas perdidas. Tudo bem… até pode ser que os dragões sejam moinhos de vento. Tudo bem… seja o que for, seja por amor às causas perdidas. Muito prazer, ao seu dispor, se for por amor às causas perdidas.
Engenheiros do Hawaii, Dom Quixote.   (via regou)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
6 289 notas
Ele não bebe, não transa, não ri, não ingere gordura, não joga, não conta histórias, não liga pra ninguém, mal fala, nem drogas ele usa. Viver pra quê? Deus, dá o lugar pra quem quer fazer alguma coisa! Viver é pra quem tem vontade. Pra quem não tem vergonha de errar.
Gabito Nunes.  (via regou)

Like this post
postado em: 21/ setembro/ 2014
5 407 notas


1





install theme
" Nós nascemos assim, nisso: Nos hospitais que são tão caros, que são baratos para morrer; num país onde as cadeias estão cheias e os hospícios estão fechados; num lugar onde as massas elevam idiotas em heróis ricos."
Theme